Sobre a Clara Saleiro e a Mafalda Carvalho!


 














Sobre a Clara Saleiro e a Mafalda Carvalho! 


[BIO]

Clara Saleiro - Interessada na apresentação pública de criações dos nossos dias, no seu processo de construção, na interação entre intérprete e compositor, entre música e outras áreas artísticas e numa busca constante de novos desafios, Clara Saleiro, flautista, tem dedicado parte do seu trabalho à música contemporânea e a projetos interdisciplinares.

Membro fundador de Noviga Projekto, duo de flauta e percussão com Manuel Alcaraz; do projeto AUS, com a soprano Peyee Chen e a violoncelista Lucía Pérez; e flautista desde 2016 de Vertixe Sonora Ensemble (Espanha), estreia todos os anos dezenas de obras de compositores com quem trabalha diretamente e tem participado em diversos festivais de música contemporânea. No sopro do vento é o mais recente projeto interdisciplinar em que está envolvida. Este projeto junta criações e improvisações musicais de Clara à dança contemporânea e exploração de diferentes técnicas de circo, manipulação de objetos e equilíbrios de Joana Martins.

Clara colabora regularmente com orquestras clássicas e sinfónicas, com a Banda Sinfónica Portuguesa e em variadas formações de câmara.

Iniciou os seus estudos musicais na Academia de Música S. Pio X de Vila do Conde, sua terra natal. O seu percurso académico segue-se por instituições como a Artave, ANSO - Metropolitana, Universidade de Aveiro e Royal Academy of Music, em Londres. Especializou-se em música contemporânea no estúdio particular de Stephanie Wagner (Remix Ensemble) e na Kunstuniversität Graz, na Áustria, onde realizou uma pós-graduação com o Klangforum Wien.

A presente temporada inclui a participação na Lucerne Festival Academy, nos festivais mAdrid aCTUAL, Phona, DME, VIII MIHL Sons-XXI, Circular, bem como concertos em Espanha, Hong Kong, Portugal e Suíça. 


[BIO]

Mafalda Carvalho - flautista portuguesa nascida a 11 de Julho de 1991 no Troviscal, é Primeira Flauta na Orquestra Clássica do Centro e professora no Conservatório de Música de Seia – Collegium Musicum.

Na sua atividade enquanto músico de orquestra exerceu funções de Piccolo, Secção e Assistente de Principal na Orquestra Filarmónica de Jalisco, no México de Setembro de 2017 a Julho de 2019 e foi Flauta Principal da Orquestra Clássica da Madeira na temporada de 2016/2017. Foi flautista da Fundação Orquestra Estúdio – Guimarães 2012, Capital Europeia da Cultura e colabora regularmente com a Orquestra Filarmonia das Beiras, Orquestra Gulbenkian e Orquestra Sinfónica da Galiza.

Foi-lhe conferido pela Universidade de Aveiro o Grau de Mestre em Ensino de Música, na classe do professor Jorge Salgado Correia e pela Escola Superior e Música, Artes do Espetáculo (ESMAE) o Grau de Mestre em Interpretação Artística em Flauta Transversal da classe da professora Ana Raquel Lima. Estudos prévios incluem a Licenciatura na ESMAE.

Mafalda Carvalho iniciou os seus estudos musicais na escola de Música da União Filarmónica do Troviscal aos seis anos e ingressou no Conservatório de Música de Aveiro Calouste Gulbenkian em 2000 tendo como docentes de flauta a professora Florbela Gonçalves, José Abreu e Ana Maria Ribeiro acabando os estudos de flauta transversal nesta instituição com a mais elevada classificação.

Dos prémios que recebeu destacam-se o Primeiro lugar no Prémio Jovens Músicos de 2016 no nível superior, o Primeiro Prémio na II Edição do Concurso Internacional José Massarrão em 2019 no escalão superior, o Segundo lugar no II Concurso de Internacional de Interpretação EMSCAN/ Lisboa Incomum 2019, o Segundo lugar o Prémio de Interpretação Frederico de Freitas em 2016, o Prémio Honorífico David Russel para Jovens Talentos em Vigo no ano de 2008, o Primeiro lugar no concurso de La-salette- Oliveira de Azeméis em 2010, Primeiro lugar no concurso Paços Premium 2010 e Terceiro lugar no Prémio Jovens Músicos, nível superior em 2010, Primeiro lugar Concurso Albertino Lucas – Fafe em 2010 e Menção Honrosa no Prémio Helena Sá e Costa em 2011, Segundo lugar no I Concurso Internacional Terras de La- Salette em Abril de 2012, Primeiro lugar no Concurso Internacional Terras de La- Salette em Abril de 2013. Prémio atribuído pelo Rotary Club Veloso &Troca, Lda por ter sido uma dos três melhores alunos da ESMAE no ano letivo de 2011/2012, para além de prémios com os seus grupos de música de câmara.

Enquanto solista tocou com a Orquestra Filarmonia das Beiras em 2019, com a Orquestra de Câmara de Colónia em 2017, com a Orquestra de Sopros da Universidade de Aveiro em 2017, com Orquestra Gulbenkian no Festival Jovens Músicos em 2016, com Orquestra Metropolitana de Lisboa na final do Concurso “Jovens flautistas 2012”, Orquestra Sinfonieta da ESMAE também em 2012 e com a Orquestra Clássica da Madeira em 2011.

É membro do Quinteto Iberoamerico de Sopros, do Ensemble de Flautas Éolia, e fez parte do Trio Densité (flauta, clarinete e piano) e do Trio Cadenza (flauta, violoncelo e piano).

Popular Posts