P R E S S

[PT] Artigo do jornal Público sobre a abertura do Lisboa Incomum [EN] Público's article on the opening of Lisboa Incomum
[PT] Entrevista de Pavlos Tsimas a Jaime Reis no Lisboa Incomum, para o programa
“Ιστορίες” (grego para Histórias) - SKAI TV Grécia [EN] Pavlos Tsimas interviews Jaime Reis in Lisboa Incomum, for “Ιστορίες” (greek for "Stories")- SKAI TV Greece https://www.youtube.com/watch?v=i1dN4JriFzA

O espaço Lisboa Incomum apresenta durante o mês de Novembro concertos de Francis Dhomont (França / Canadá), François Bayle (França) e do Ensemble Horizonte (Alemanha). A par disto, falar-se-á e ouvir-se-á sobre cultura e cidades sustentáveis durante um simpósio com o mesmo nome que decorrerá a meio do mês (com convidados de países como França, Suécia, Itália, Espanha, Bélgica, Finlândia, Filipinas, e.o.). Todos os concertos/eventos são produção do festival DME e de entrada gratuita.

Excepção feita à apresentação do festival CriaSons, promovido pela associação Musicamera e à Competição Internacional de Interpretação que o espaço lisboeta receberá mais tarde no início do mês de Dezembro.

O espaço Lisboa Incomum pertence ao compositor Jaime Reis, é dedicado à experimentação das plurais práticas associadas à música erudita contemporânea e cedido para as atividades regulares do festival DME (Dias de Música Electroacústica). Abre o mês de Novembro com o Ensemble Horizonte no âmbito de uma digressão nacional.
Ensemble Horizonte

O agrupamento alemão que iniciou uma residência artística no Lisboa Incomum, estará em Portugal para uma digressão entre os dias 6 e 10 de Novembro. Numa produção conjunta dos anfitriões Lisboa Incomum e Festival DME, será o Salão Nobre do Instituto Superior Técnico, dia 6 pelas 21h30, o primeiro palco em que o ensemble irá apresentar um concerto com música maioritariamente alemã de compositores da segunda metade do séc. XX e do séc. XXI (Xenakis, Sciarrino, Scelsi). No dia 7 tocarão ainda no Cine-Teatro Avenida em Castelo Branco pelas 21h30 e dia 10 na Casa Municipal da Cultura em Seia pelas 16h00.

Culture and Sustainable Cities

Cultura e Cidades Sustentáveis são assuntos da ordem do dia, raramente postos lado a lado para debate. De que forma pode a cultura promover a sustentabilidade? O simpósio Culture and Sustainable Cities reunirá especialistas de áreas como Arte, Arquitectura, Mobilidade Urbana, Ecologia, relacionando esses temas à Paisagem Sonora e Ecologia Acústica. Nestes 3 dias, teremos concertos, workshops, mesas redondas, conferências e uma instalação sonora. Irão falar convidados de países como França, Suécia, Itália, Marrocos, Espanha, Bélgica, Finlândia, Filipinas, e.o., e haverá música acusmática um pouco de todo o mundo. O evento decorrerá entre os dias 16 e 18 Novembro.

François Bayle

Dia 22 de Novembro, pelas 21h, o espaço Lisboa Incomum recebe a pessoa que deu o nome à música acusmática. O compositor francês de 86 anos, François Bayle fará escutar a sua música. Bayle é conhecido por ter sido um dos primeiros a trabalhar no sentido de potenciar e popularizar a musica acusmática. Concebeu e desenhou o Acousmonium, em 1974, um dispositivo especial para a difusão e espacialização de música electroacústica na cidade de Paris. No Lisboa Incomum, Bayle realizará a espacialização sonora no dispositivo do Festival DME concebido para o efeito.

Apresentação do Festival CriaSons

Dia 22 de Novembro, pelas 15h30, a organização do festival CriaSons apresentará a sua primeira edição ao público e imprensa. Conta ainda com uma pequena actuação do Quarteto Lopes Graça.

Francis Dhomont

Fechamos o mês de Novembro com um ciclo de concertos dedicados à música do mítico compositor de 92 anos, Francis Dhomont. Por ocasião do 15.º aniversário do festival DME, o compositor virá a Lisboa e Castelo Branco. Os concertos terão lugar na Escola Superior de Música de Lisboa, na Escola Superior de Artes Aplicadas (Castelo Branco) e no espaço Lisboa Incomum, dias 27,28 e 30 respectivamente, pelas 19h00 nas instituições de ensino superior e pelas 21h00 no espaço lisboeta.

Competição Internacional de Interpretação – Música de Jaime Reis

As associações EMSCAN e Lisboa Incomum, com o apoio da associação CulturXis, uniram-se para a organização da primeira edição de uma competição internacional dedicada à interpretação de música contemporânea, celebrando a música do compositor português Jaime Reis. Esperamos que esta iniciativa ajude a promover e apoiar tanto a criação contemporânea como o desenvolvimento artístico de novos intérpretes. A competição decorrerá no dia 2 de Dezembro de 2018, no Lisboa Incomum, dia em que o compositor celebra 35 anos.

SPEED-RESIDENCY STREAM

 
O espaço lisboeta Lisboa Incomum reabriu portas no final de agosto para o festival de residências artísticas Speed Residency & Stream. Na entrada desta “nova normalidade” do setor cultural são vários os projetos artísticos que se vão reunir num palco virtual, com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa – Fundo de Emergência Social – Cultura.

Foi pedido à comunidade artística que apresentasse propostas artísticas sob a forma de concerto, e todas as formas de expressão musical foram consideradas. Aos olhos do diretor artístico deste espaço, o compositor Jaime Reis, o Lisboa Incomum espera, através deste cartaz e desta iniciativa, democratizar o acesso aos palcos. Os concertos decorrem sempre pelas 19h, com transmissão em direto nas plataformas digitais do Lisboa Incomum. Ficarão posteriormente disponíveis para acesso gratuito. O cartaz conta com vários projetos artísticos que reunem no palco virtual uma programação plural e inclusiva.

Programa setembro

Ana Telles e Monika Streitová – Duo Anima Feminae
Música de Santa Hildegarda de Bingen, Anna Bonn, Cecile Chaminade, Melanie Bonies, Lili Boulanger, Vitezslava Kapralova, Sofia Gubaidulina, Petra Bachratá e Clotilde Rosa - 11 set: 19h

Manuel Brásio
"olá… quando vens cá?”
13 set: 19h

José Grossinho, Rodrigo Pires de Lima e João T. Dias
Electroville Jukebox
Música de José Grossinho, Rodrigo Pires de Lima, João T. Dias e Miguel Moreira
18 set: 19h

João Silva
Plugged in
Música de [ka’mi], Rui Penha, André Hencleeday e João Silva
20 set: 19h

Henrique Portovedo
Imaginary 1
Música de Virgílio Melo, Sara Carvalho, João Pedro Oliveira, Filipe Vieira, Luis Carvalho, Evgueni Zoudilkine e Christopher Bochmann 21 set: 19h



























Popular Posts

Lisboa Incomum